DICAS DE COMO FAZER UMA RECARGA SEGURA

Recarga de Munição

Recarga de Munição

Toda atividade humana tem uma certa dose de risco, para serem seguras, precisam ser exercidas observando-se as normas básicas de segurança. Da mesma forma, a recarga de cartuchos pode ser considerada uma atividade segura, desde que essas normas ou princípios básicos de segurança sejam rigorosamente observados.

  1. Não fumar ou manter qualquer tipo de chama aberta, ou aparelho ou instrumento que possam gerar faíscas, junto à área onde estiver sendo procedida a recarga.
  2. Antes e durante a sessão de recarga, não fazer uso de bebidas alcoólicas, de intoxicantes ou de qualquer outro produto (mesmo remédio) que possa reduzir a sua capacidade de raciocínio, atenção, reação, coordenação, etc.
  3. Manter-se alerta e atento durante a recarga. Evite qualquer tipo de atividade paralela que possa distrair sua atenção. Não recarregue quando estiver cansado ou concentrado em problemas que possam torná-lo distraído ou desatento.
  4. Usar óculos de segurança.
  5. Manter as criança afastadas do local da recarga.
  6. Manter seus componentes de recarga perfeitamente identificados e, sempre que possível, em sua embalagens originais (especialmente pólvoras e espoletas).
  7. Não confie em sua memória. Consulte sempre tabelas e livros de recarga e mantenha um livro com anotações de tudo aquilo que fizer, dos problemas que encontrou, das soluções adotadas, etc.
  8. Não trabalhar com mais de calibre ou tipo de carga ao mesmo tempo.
  9. Manter sua mesa ou bancada de recarga sempre arrumada, limpa e somente com os componentes que serão usados (em tipo e quantidade). Nunca mantenha mais de um tipo de pólvora na mesa de recarga.
  10. Conferir e reconferir todas as fases de recarga de forma a evitar erros.
  11. Desenvolver um procedimento correto para a recarga e, sempre que possível mantenha-o inalterado.
  12. Sempre que mudar algum componente da carga (em especial lote da pólvora ou marca da espoleta), teste os novos cartuchos, reduzindo as primeiras cargas, em pelo menos 10% da quantidade de pólvora.
  13. Nunca utilizar pólvoras não identificadas ou cujas características não sejam conhecidas.
  14. Não utilizar dados de recarga (em especial em especial carga de pólvora) que não tenham sido testados e aprovados por fontes idôneas.
Comentários do Facebook

One comment

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *